28 de nov de 2009

_

 Hoje eu tou me sentindo um objeto perdido no meio do nada. Uma insegurança faz com que meu coração acelere, me faz querer sumir, eu nem consigo dizer ao certo que sentimento é esse que estou sentindo, se é que isso é um sentimento. Num sei porque mais algo me diz que uma coisa não muito boa está perto de aconteçer, axo que estou ficando malucaa! não não. alguém está me deixando maluca!
 Queria apenas uma certeza, praa tirar essa enorme duvida do meu coração. axo que essa seria a melhor solução, a certeza de uma coisa que me parece real e que ao mesmo tempo me mostra ser ilusão.

26 de nov de 2009


   Porque o sol não se tampa com a peneira, pra quem já tá molhαdo um pingo é besteira. renovo minha força vendo o sol se pôr; pensamento longe renovo meu amor. minha voz faz eco, tristeza que eu veto, e cada chaga que a gente traz na alma é a confirmação de que a ferida sara, e se restaura, já foi cicatrizada, eleve as mãos pros céus que a tuα alma tá blindada, pois ninguém vive conto de fadas, prefiro meu degrau do que tua escada, que por sinal é pra subir e pra descer. um degrau de cada vez é assim que tem que ser .